sexta-feira, 1 de janeiro de 2016

Roda de Passarinho na Caatinga (Capítulo II)

Teixeira de Freitas: o sul da Bahia em boas mãos

23 de setembro, quarta-feira. De Nova Viçosa fomos para Teixeira de Freitas, 100km pela BA 418, onde começa nossa jornada de reconhecimento do trabalho de vários atores na recuperação, preservação e criação de unidades de conservação na Bahia.

Há meses mantivemos contato com Jorge Velloso Vianna, Diretor Presidente do Instituto Água Boa quem coordenou os contatos na Bahia e nos levou a conhecer o seu trabalho de fomentador de criação de RPPNs (Reservas Particulares do Patrimônio Natural) em diversos municípios baianos.

Através de Velloso conhecemos o Promotor de Justiça Fábio Fernandes Correia, principal articulador da implementação do Programa Arboretum, criado através de TAC (Termo de Ajuste de Conduta) e que atua nos diversos elos da cadeia de restauração florestal, desde a estruturação de núcleos de coleta de semente e produção de mudas, em comunidades rurais e aldeias indígenas, até o monitoramento do plantio.







Instalações do Arboretum de primeiro mundo!

Em visita ao Programa, Krajcberg doou um de seus livros

Parte da equipe com os posters que doamos ao Arboretum

Cumuruxatiba e o Projeto de Gente

No mesmo dia saímos de Teixeira de Freitas em direção a Cumuruxatiba com uma parada para descanso em Prado. 

Quinta-feira, em Cumuruxatiba conhecemos o casal Gil, artista plástica e Herbert, arquiteto. Sua casa tem um conceito interessante onde o jardim é o centro e por onde tudo circula. Teto de zinco retrátil, janelas e portas de correr e vidros fixos com passagem somente de ar, na horizontal. Água 100% aproveitada da chuva, aquecimento com um tubo de 100mm pintado de preto no teto, luzes LED por tudo, enfim, um projeto moderno e inteligente.

Logo após conhecemos Rogério, permacultor que vive à margem da sociedade, como ele mesmo define. Constrói sua pousada com materiais reciclados, rejeitados e doados por amigos.

Projeto de Gente

A Vila-Escola Projeto de Gente é uma experiência de educação comunitária, libertária, democrática, gratuita, atenta à voz de cada criança, à liberdade de expressão, ao processo de individuação à construção de uma sociedade justa e sem preconceitos. 

Apresentamos nossa Roda ao Alexandre, mentor do Projeto, à Cecília e outros membros da escola, porém, por falta de tempo hábil não foi possível realiza-la, embora tenham ficado empolgados com nossa expedição.


Belas lagoas entre Prado e Cumuruxatiba

Na boca da noitinha fomos conhecer o projeto e seus idealizadores

Pousamos na casa da Fundação Padre José antes de seguir para Santo André

A caminho de Porto Seguro

Seguimos por Trancoso e Arraial D'Ajuda, paraísos transformados em comércio de quinquilharias. Uma pena que conhecemos tarde demais, pois nem o som do mar salva-se dos barulhentos paredões e carros auto-falantes que anunciam qualquer coisa a qualquer hora do dia.

Paramos em Porto Seguro, no Camping Mundaí, bom e barato à beira mar, onde pudemos caminhar e tomar um belo banho de águas sempre quentes. Porto Seguro é agradável, povo carinhoso e de uma cor belíssima!

Bem cedinho do dia 26, sábado, fomos à RPPN Estação Veracel onde um funcionário nos avisou que a visitação só acontece em dias de semana e agendada. Percorremos um trecho da estrada que corte a Reserva e voltamos para conhecer o centro histórico de Porto Seguro, com direito a acarajé e tudo mais.

Morro do Pescoço em Itamaraju, à caminho de Porto Seguro

Autênticos indígenas pra turista ver

Pensando na vida

Mãe Gil dos Búzios
Lindas cores em Porto Seguro

A terceira Roda, em Santo André


Desembarcamos no domingo, 27, na casa de Léa Penteado, quem nos hospedou com carinho em sua pousada, Banana da Terra. Léa e Cláudia Schembri organizaram uma bela Roda de Passarinho.

A Roda foi incentivada e direcionada por Zaba Moreau, nossa Zaba-madrinha, apoiadora de nosso projeto que nos deu dicas de muitos locais bacanas no litoral baiano, até Salvador. 

Atravessamos a balsa em Santa Cruz de Cabrália para chegar em Santo André

Atravessar de balsa é mole, quero ver no remo!

Presente de Léa, livro também editado por financiamento coletivo (Bookstart)

Cláudia, Renato, Léa e Gabriela

No quintal encantado de Léa, Tiê-sangue 



Cláudia Schembri fez um ensaio fotográfico maravilhoso de nossa Roda!



Eclipse e super lua para comemorar nossa passagem por Santo André

De Santo André a Camacan

Em Camacan tínhamos dois encontros marcados e agendados por Jorge Velloso Vianna, o primeiro com Euvaldo Maia Filho, da Fazenda Nossa Senhora de Fátima e Fábrica de Móveis Camacan e, logo após, com Vítor Becker proprietário da RPPN Serra Bonita.

Na primeira noite dormimos na Fazenda de Euvaldo e no dia seguinte, após conhecer seu trabalho, rumamos para Serra Bonita. Ali, passamos dois dias em companhia de nossos anfitriões Vítor e sua esposa Clemira. Antes da roda de chimarrão, religiosa para este catarinense de Brusque, fotografamos muitas aves em seu quintal.

Quinta-feira, primeiro de outubro, Camacan amanheceu sob neblina, avistada da Serra Bonita. Às 3 da matina Vítor já estava de pé e ativo como sempre! Tomamos um belo café da manhã e fomos visitar o seu acervo de mariposas onde nos falou de sua vida acadêmica e do desejo de editar um livro, o que nos agradou, certamente.

A Fazenda de Euvaldo tem árvores centenárias e premiadas, como este Jequitibá


Pátio da Fábrica Camacan

Interior da Fábrica de Móveis

O encontro das Toyotas antes da subida para a Serra Bonita
Na Pousada do casal Becker uma visita noturna...

...e as diurnas, Saí-verde macho (Chlorophanes spiza)

Seu acervo é mantido com rigor e abriga uma das maiores coleções de mariposas do mundo!


Piracanga

De Camacan rumamos para Piracanga, outra dica de nossa Zaba-madrinha. 

Comunidade holística próxima de Itacaré, Bahia. "Piracanga é um destes lugares sagrados onde a magia nos envolve e o silêncio nos embala. Integrada entre a Mata Atlântica verde esmeralda e o mar azul celeste, Piracanga é reconhecida pelo coração puro do ser humano e abençoada pelos deuses."

Tratamento de água, esgoto e recicláveis fazem juz à paisagem

Arquitetura orgânica para equilibrar o ambiente

Vizinhos do Assentamento Santa Maria convidados a conhecer Piracanga...

...e fomos convidados a conhecer o Assentamento.

Vista de Santa Maria para os meandros que formam o rio da Serra

E a história continua no próximo capítulo...



Nenhum comentário:

Postar um comentário