quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Roda de Passarinho na Caatinga (Capitulo VII)

Crato, Ceará

3 de novembro, terça-feira, chegamos ao cerne cultural da Caatinga, o Cariri. Jefferson Bob nosso guia ornitológico-cultural-musical-gastronômico e ainda cicerone e mestre de cerimônias.

A primeira parada foi na ONG Beatos de Dane de Jade, hoje Secretária de Cultura do Crato e diretora da ONG, onde também trabalha e mora, além de reunir e abrigar grupos culturais em visita ou convidados para atividades no Cariri.

Ali passamos muitas horas de boa conversa com Dane que nos apresentou o trabalho desenvolvido na Beatos, o Mini Memorial do Boi Mansinho e a Casa Museu, quase centenária, construída na técnica de taipa de pilão, o famoso pau-a-pique que abriga o memorial da casa de tradição popular.

Beatos e a História da Casa Museu

"Lugar é quando a gente atribui afeto e bem querer a um pedaço de chão.
Este é o lugar de Tereza e José Bezerra. Eles foram os primeiros moradores deste pedaço de chão. Do tempo em que luz vinha do candeeiro e a raspa de juá era usada no lugar do sabão.
Aqui cultivou-se o simples, o singelo, o respeito e a honra do trabalho honesto e cotidiano.
Aqui nasceram filhos e se criaram os netos. Aqui se aprendeu a pedir a benção dos mais velhos, a gostar de chupar manga caída do pé, a gostar do barulho silencioso da Natureza.
Este lugar, este chão é hoje alicerce da memória de um tempo feliz, de um tempo em que a simplicidade era o maior tesouro.
É nesse alicerce, então, que construiremos, tijolo por tijolo, um lugar de referência e viências e uma vida plena de criatividade."

A Casa da Memória assim como o Memorial do Boi Mansinho foram apresentados por Dane de Jade em um video que está em fase de edição, em breve colocaremos no ar.

Arajara Park

Jefferson Bob nos acompanhou ao famoso Arajara Park, em Barbalha, não para nos banharmos nas águas do maior parque aquático do interior do Nordeste, como diz o slogan da empresa, mas para fotografar o Soldadinho-do-araripe! Lá estivemos duas vezes e conseguimos belas imagens deste e de outros bichinhos.

Fundação Casa Grande

"A Casa Grande dá condições para cultura e cidadania da população a partir de um ambiente aberto e gerido pelas próprias crianças que participam. São atividades como um canal de tevê, uma rádio, uma editora de gibi, um museu, tudo cuidado pelos jovens. A programação do teatro, para "formação de plateia", é sempre de primeiro nível, oferecida a quem quiser entrar", segundo Natália Pesciotta, jornalista que visitou o Cariri há alguns anos.

Sítio do Pau Preto, Potengi

Estacionamos a Toynha no famoso Sítio da família de Jefferson Bob e de lá circulamos por trajetos que renderam momentos intensos e fotografias, desde aves a personalidades. Tomamos banho de água de chuva coletada e conservada em uma cisterna de 14 mil litros, pois na região já não chove direito há 4 anos segundo os moradores.

Conviver com a falta de água e torneiras secas é um aprendizado pelo qual todos deveriam passar, então o desperdício poderia ser ao menos compreendido, ao tomar banho de cuia, por exemplo.

Conhecemos a Caatinga em regeneração e, em boa parte, conservada pelo esforço de Bob, que cultiva "pastos" para "suas" aves. O Sítio é procurado por muitos fotógrafos e observadores de aves!

Flona Araripe e o Torom-do-nordeste

12 de novembro, quinta-feira, seguimos para a Flona Araripe, no mesmo local onde Bob nos havia levado há dias. Ouvimos muitos Torons-do-nordeste, mas infelizmente não apareceu nenhunzinho para ser fotografado...

No dia seguinte já estávamos de volta à Beatos para as despedidas e seguirmos para Baturité, onde Gilson Leal nos esperava defronte a igreja de Pacoty para guiar-nos ao Sítio São Luis. Aí, já é outra história para o próximo capítulo...


Dane de Jade foi incentivadora do projeto Mestres Navegantes, com apoio da Natura (foto: Natura)


Atrás das cortinas do palco da Beatos, a Toynha sentia-se como uma atriz


A força de expressão do Homem do Cariri está na música, assim como no artesanato


No Memorial do Boi Mansinho, figuras do mundo todo


Soldadinho-do-araripe, o grande astro do Arajara Park em Barbalha


A fêmea do Soldadinho-do-araripe foi a primeira a ser fotografada


Fundação Casa Grande, comandada por meninos e meninas


Na entrada da Casa-museu da Fundação a religiosidade replicada tal como em quase todo o Sertão


Irresistível o pífano de cano e a coroa dos cantadores do Cariri


Na Fundação Casa Grande aconteceu a oitava Roda de Passarinho, 9 de novembro de 2015 (foto Jefferson Bob)


No palco do Teatro da Fundação a Roda girou no sentido do coração, com sempre. (foto Jefferson Bob)


Hora de ouvir os pássaros e pererecas gravados na Reserva Rio das Furnas. (foto Jefferson Bob)


Muito carinho na hora de dizer tchau, após a Roda de Passarinho


Em Potengi, Jefferson Bob organizou duas Rodas: a nona para alunos... (foto Jefferson Bob)


... e a décima Roda da Expedição...


...para professores de Potengi e região. (foto Jefferson Bob)


Numa saída com Bob, a bela surpresa! Uma cobra bicuda (Oxybelis aeneus)


Nosso guia e anfitrião, Jefferson Bob com os Caretas do Mestre Antônio, no Crato.

Muitos personagens se apresentaram neste dia...


... na Mostra Cultural do SESC


Ferreiros em Potengi, batida que inicia todo dia às duas da madrugada


Visita à casa de Mestre Antonio, dos Caretas de Potengi (foto Jefferson Bob)


Francisco Dantas de Oliveira, o Françuli, faz réplicas de aviões e expõe em seu museu em Potengi


No último dia de Potengi, saindo do Sítio Pau Preto, fomos presenteados com um aboio


Aguadeiro, personagem comum no sertão, reabastecendo no Brejinho, Potengi


Torom-do-nordeste (Hylopezus ochroleucus) ouvido na Flona Araripe e fotografado na Serra das Confusões









3 comentários:

  1. A passagem do Roda de Passarinho na Caatinga pelo nosso querido Potengi-Crato-Ceará, nos enche de alegria e entusiasmo. Obrigado. Não vejo a hora de ficar pronto o poster da Caatinga. Contribuir com ações dessa natureza, para nós, é gratificante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querido Nivaldo, para nós é um prazer enorme ler estas linhas inspiradoras e imagino que nesta altura você já tenha o seu poster das Aves da Caatinga, ou quiçá toda a coleção para apreciar! Abração e desculpe a demora em responder :) :D

      Excluir
  2. Sim, a coleção inteira dos posteres está comigo. Obrigado. Abraço.

    ResponderExcluir